Voltar

Notícias

Proteste avalia filtros de água

Purificadores Europa retiraram mais de 95% do cloro presente na água.

22 de setembro de 2017

Proteste avalia filtros de água

Ter em casa água livre de cloro e bactérias é imprescindível para a saúde da família. Diversas indústrias de purificadores de água garantem atingir este objetivo, porém, um teste realizado pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), avaliou a capacidade de os filtros eliminarem o cloro – presente na água devido ao tratamento no sistema de abastecimento, havendo um limite seguro para a sua ingestão. O teste avaliou filtros sem refrigeração e muitos, apesar de estar dentro da legislação pemitida, foram penalizados. O melhor no teste foi o PalladiumSmart, da Europa Purificadores de Água.
Para que um filtro seja certificado, ele deve eliminar mais de 75% do cloro, mesmo no final da vida útil do elemento filtrante. Porém, quanto maior a eficiência do produto nesse critério, melhor. Só Europa, Colormaq e Masterfrio retiraram mais de 95% do cloro. Latina e IBBL, por terem tido resultados abaixo de 80%, foram considerados ruins em termos comparativos (embora ainda estejam dentro do que pede a legislação). Quem optar por eles sentirá mais gosto de cloro. Já o Everest também foi penalizado porque a primeira unidade avaliada retirou menos de 75% do cloro (abaixo do que exige a legislação). Por conta disso, a associação avaliou mais duas unidades. Estas tiveram bons resultados quanto ao cloro, o que evitou a eliminação do produto.
A associação ainda avaliou a eficiência para evitar a proliferação de micro-organismos. Como os produtos têm um reservatório de água, é natural que, após um período de tempo com a água parada nesse local, exista um crescimento de microorganismos. Porém, os filtros não podem criar um ambiente que favoreça esse crescimento. Nesse caso, todos os produtos se saíram muito bem, tendo resultados que indicam que não aumentam a taxa de crescimento natural dos micro-organismos.

Elemento filtrante precisa ser trocado
Para garantir a eficiência dos aparelhos, é preciso trocar, de tempos em tempos, o elemento filtrante. Consideramos que o ideal seja que esse item consiga filtrar eficazmente mais de 5 mil litros de água. Nesse caso, Latina, Europa e Lorenzetti (todos sem sistema de refrigeração) se destacaram. Nos dois últimos, foi possível filtrar bem 6 mil litros, o que equivale a 300 galões de 20 litros. Os elementos filtrantes com menor duração (3 mil litros) foram do Electrolux, IBBL e Masterfrio. E há uma questão importante nisso: quando saber a hora de trocar esse item? Apenas Europa, Electrolux e IBBL têm um controle visual indicando o momento certo para a substituição do elemento filtrante. 
O proprietário da Acqua Flex, única distribuidora dos Purificadores Europa em Passo Fundo, Adriano Damin, salienta através dos diversos sistemas de filtragem, seja por meio de elementos naturais como dolomita, quartzo e carvão ativado, ou pelo sistema de lâmpada ultravioleta ou tecnologia HF (que retem germes e bactérias), é possível garantir um dos mais avançados processos de filtragem do mundo, o que garante um líquido de alta qualidade e saúde para toda a família, confirmado pelo teste realizado pela PROTESTE. “Estamos satisfeitos em confirmar que a Europa tem os melhores produtos ofertados a comunidade, garantindo assim, água de qualidade, pureza e saúde para toda a família”, destacou.